Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha (atrás), e a infanta Sofía e a princesa Leonor (à frente)

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha (atrás), e a infanta Sofía e a princesa Leonor (à frente)

Getty Images

A Casa Real espanhola emitiu este domingo, 15 de março, um comunicado oficial, no qual esclarece que o rei Felipe VI renuncia à sua parte da herança do pai e ainda retira a verba atribuída a Juan Carlos, que ronda os 200 mil euros anuais. Esta é uma clara tentativa do marido da rainha Letizia se desvincular dos escândalos de corrupção em que o rei emérito está envolvido e que têm sido notícia em todo o mundo.

>> Filhas dos reis de Espanha regressam à escola apesar da confirmação de um caso de Covid-19

Pilar de Borbón, Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha

Pilar de Borbón, Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha

Getty Images

Na comunicação lê-se que Felipe comunicou ao pai "sua decisão de renunciar à herança que lhe pode corresponder pessoalmente, bem como a qualquer ativo, investimento ou estrutura financeira cuja origem, características ou objetivos podem não estar de acordo com a legalidade ou com os critérios de retidão e integridade que regem a sua atividade institucional e privada e que devem informar a atividade da Coroa”.

>> Felipe VI e Letizia infetados com coronavírus?

Juan Naharro Gimenez

Esta decisão surge depois de ter sido revelado na imprensa internacional que o rei emérito teria recebido 90 milhões de euros de um fundo da Arábia Saudita, depositados numa conta na Suíça em nome de uma fundação no Panamá, da qual Juan Carlos e Felipe VI seriam beneficiários. O rei espanhol deixou agora claro que não aceitaria esse dinheiro e ainda garantiu que não tinha conhecimento de ter sido nomeado beneficiário de outra fundação que terá pago milhões de euros a Juan Carlos.

>> Encontros secretos de Letizia com ex-marido causam desconforto na Casa Real espanhola

Os reis de Espanha com as filhas, Leonor e Sofía

Os reis de Espanha com as filhas, Leonor e Sofía

Pablo Cuadra

A princesa Leonor com os pais, Felipe VI e Letizia

A princesa Leonor com os pais, Felipe VI e Letizia

Getty Images

A atitude de Felipe VI acaba por ser um gesto simbólico, mas necessário para o rei espanhol tentar manter a credibilidade da Casa Real face à gravidade dos escândalos que envolvem Juan Carlos, que abdicou do trono a favor do filho em junho de 2014 e que no ano passado se retirou oficialmente da vida pública.

>> Juan Carlos de Espanha arrasa Letizia: “Foi o pior que entrou nesta casa”

Os reis de Espanha com as filhas

Os reis de Espanha com as filhas

Europa Press Entertainment

Este assunto tem agitado a vida política em Espanha, com o partido Podemos a pedir, na semana passada, um inquérito para avaliar as suspeitas de lavagem de dinheiro pelo antigo rei. O Parlamento acabou por decidir não avançar com o mesmo.