A menos de três meses de festejarem o 16.º aniversário de casamento, os reis Felipe VI e Letizia de Espanha enfrentam um novo escândalo. Isto porque Leonardo Faccio, autor de A Rainha Impaciente, uma biografia não autorizada da Letizia de Espanha publicada maio de 2017, revelou, em entrevista à edição espanhola da revista Vanity Fair, que Letizia mantém encontros secretos com Alonso Guerrero, o homem com quem foi casada e partilhou uma década da sua vida.

Felipe e Letizia com as filhas, Leonor e Sofía

Felipe e Letizia com as filhas, Leonor e Sofía

Getty Images

O escritor afirmou que foi o próprio ex-marido da rainha espanhola a falar deste assunto: "Contou-me com muita naturalidade. Disse-me que por vezes se encontram para conversar, tomar um café e até terá já jantado com Letizia e com próprio rei. Não se pode esquecer que foi uma relação que durou tantos anos e apesar de ter acabado, manteve-se uma forte amizade".

Europa Press Entertainment

Letizia e Alonso Guerrero namoraram cerca de nove anos e a 8 de outubro de 1998 decidiram oficializar a sua relação. O casamento não duraria, no entanto, mais de um ano. Depois, a agora rainha de Espanha conheceu Felipe, então príncipe das Astúrias, e os dois casaram-se numa cerimónia romântica na Catedral de La Almudena, em Madrid, a 22 de maio de 2004. Desta união nasceram Leonor e Sofía, de 14 e 12 anos, respetivamente. E embora Leonardo Faccio ressalve nesta entrevista reveladora que o rei Felipe VI é conhecedor destes encontros e até esteve presente em alguns deles, a verdade é que estas informações geram desconforto no seio da família real espanhola. Sobretudo porque Letizia não é propriamente muito acarinhada pelos súbditos, que a acusam de ser demasiado fria e de “não ser digna do lugar que ocupa”.

Recentemente, a monarca protagonizou outra situação polémica quando se esqueceu por completo que estava num ato oficial e quebrou o protocolo para cumprimentar um antigo colega de profissão. Saiba tudo AQUI!