Meghan e Thomas Markle

Meghan e Thomas Markle

A família de Meghan Markle continua a dar que falar. Desta vez, o seu pai, Thomas Markle, resolveu relatar uma discussão que terá tido com o príncipe Harry de Inglaterra na altura em que foi descoberto o escândalo das fotos de paparazzi.

>> Cunhada de Meghan Markle foi presa

“O Harry disse-me que eu nunca deveria falar com a imprensa. Que acabaria em lágrimas. Ele foi bem claro: ‘Eles vão comê-lo vivo!’. E tinha razão”, começa por contar o antigo produtor ao Mail on Sunday. Dias depois, e já depois de ter sido hospitalizado com um ataque cardíaco que o impediu de estar presente no casamento, Thomas Markle terá recebido outra chamada do neto de Isabel II, que define como uma “conversa rude”, que o deixou “irritado”. “Se me tivesse dado ouvidos, nada disto teria acontecido”, terá advertido Harry de Inglaterra. E o pai de Meghan lembra a sua resposta: “Talvez fosse melhor para vocês se eu estivesse morto. Assim poderiam fingir estar tristes”.

>> Meghan Markle impedida de engravidar

Na entrevista recente contou ainda que depois disto desligou o telefone na cara do duque de Sussex e que, embora não se arrependa de tê-lo feito, reconhece que o genro tinha razão desde o início.