Desde que foi mãe até ao fim do seu casamento com Ben Affleck (em 2015) , Jennifer Garner nunca teve descanso por parte dos paparazzi. A imprensa norte americana vivia obcecada com a sua imagem e particularmente na sua rotina com os filhos. Ao Hollywood Reporter, a atriz de 48 anos fala do trauma desse período.

»» Jennifer Garner revela que paparazzi causavam acidentes no trânsito para não a perderem de vista: "Era um circo imenso"

Durante a entrevista, Garner confessou que ficou com o coração em pedaços quando no ano passado conseguiu ir à praia com os filhos e os mais novos lhe perguntaram pq nunca o tinham feito antes. "Eu disse-lhes : Nós tentávamos ir e éramos perseguidos', lembrou. "E depois não estragamos apenas a experiência da nossa família - mas de todas. Quem nos quer ter por perto?

Jennifer explica que só mais tarde, quando os filhos forem mais velhos, saberão o quão traumatizados ficaram e revela que graças à perseguição dos paparazzi, durante 10 anos (com 10 a 20 veículos por dia à porta de de sua casa) não tem fotos de família porque os filhos ficaram com medo das câmeras.

Jennifer Garner com Violet, Seraphina e Samuel

Jennifer Garner com Violet, Seraphina e Samuel

Getty Images

Mãe de Samuel, de nove anos, Seraphina, de 12, e Violet, de 15, a atriz fala ainda sobre o período já depois do divórcio (quando Ben Affleck foi apanhado alcoolizado e contou com a sua ajuda na sua reabilitação) em que avisava os filhos sobre as manchetes das revistas. "Eu dizia-lhes ' Se vires uma imagem na capa de uma revista, eu vou olhá-la contigo e vamos processar juntos todos os sentimentos assustadores que surgirem'", recordou.

Violet, quando andava na primária, chegou a testemunhar em tribunal o assédio dos fotógrafos. "Nós não pedimos isto. Não queremos estas câmaras, eles são assustadores. Os homens são assustadores, vão uns contra os outros e não me sinto criança quando estão atrás de mim", terá dito a menina, hoje com 15 anos.

»» Jennifer Garner sobre o corpo após ser mãe: "Posso fazer muito exercício e continuo a parecer uma mãe de 3 filhos"