Foi uma decisão drástica e que está a fazer manchetes em todo o mundo. Harry e Meghan Markle comunicaram esta quarta-feira, 8 janeiro, que vão renunciar aos seus direitos reais e que planeiam dividir a sua vida entre o Reino Unido e a América do Norte. A notícia está a dividir a opiniões e nem mesmo Thomas Markle, pai da ex-atriz, resistiu a comentar o assunto.

"Simplesmente, digo que estou dececionado", afirmou, em entrevista à revista norte-americana, Us Weekly.

Importa salientar que Meghan Markle e o progenitor estão de relação cortadas há cerca de dois anos. Devido a um escândalo com escândalo com paparazzi e um alegado ataque cardíaco , o ex-diretor de iluminação de Hollywood não marcou presença no casamento dos duques Sussex e ainda não conheceu o neto, o pequeno Archie, de sete meses.

>> Revelada a carta que Meghan Markle terá escrito ao pai: "Para de mentir, por favor. Para de criar tanta dor" <<

"Gostaria que me enviassem uma foto do Archie para que eu pudesse colocá-la na minha parede ao lado de uma fotografia da Meghan. Qualquer avô gostaria disso. Eu adoraria saber se ele tem o famoso nariz da Meghan", confidenciou, em declarações ao Daily Mail, no passado mês de setembro.

"Nunca houve nenhum problema entre mim e a Meghan recentemente. Eu remeti-me ao silêncio porque a Meghan estava grávida do Archie, mas agora eu falo porque eles e os seus funcionários estão determinados em arruinar a minha vida", terá dito na altura.

Recorde-se que Isabel II também já reagiu à decisão de Meghan e Harry (ver aqui).