Reprodução Instagram, DR

Mc Kevin morreu no passado domingo, dia 16 de maio, depois de cair do 5º andar de um hotel no Rio de Janeiro e desde então têm surgido várias especulações sobre o que terá acontecido nesse dia fatídico. Agora, Deolane Bezerra deu a sua primeira entrevista desde a morte do marido e explicou que agrediu a suposta amante do artista, Bianca Dominguez, que estava com Kevin na hora da morte.

"Eu dei uma chapada na cara dela porque a vi a cochichar com o VK. Na verdade, eu queria bater no Victor [Elias Fontenelle, o MC VK], mas quando eu a vi a fazer isso eu dei-lhe uma chapada e as minhas irmãs retiraram-me do local", recordou Deolane em entrevista ao 'Cidade Alerta', referindo que este incidente aconteceu quando os viu no segundo dia dos depoimentos à polícia.

>> MC Kevin terá saltado da varanda para não ser apanhado a trair

Questionada sobre se acredita que Bianca e o MC VK, amigo de Kevin, que também estava na varanda, estariam a combinar depoimentos, Deolane afirma: "Eu acho que sim. Hoje, depois de analisar tudo, todos os interrogatórios, eu sei que a Bianca estava ali para atrair o Kevin", disse. "Eu constatei que tinha sido traída quando li os depoimentos. Só que nesse momento eu estava com uma sede de justiça muito grande e, por isso, deixei de lado a traição para entender o que realmente aconteceu", acrescentou.

>> Revelada autópsia feita a MC Kevin