Samir Hussein

O príncipe Filipe, o mais antigo consorte real, deixou o Hospital Eduardo VII, em Londres, Inglaterra, onde tem estado a recuperar após ter sido submetido a uma cirurgia ao coração. A notícia foi avançada pelo The Sun.

O marido da rainha Isabel II deu entrada no hospital no dia 16 de fevereiro, depois de dizer ao seu médico que não se sentia bem. Duas semanas depois foi transferido de ambulância para a unidade de saúde de St. Bartholomew, onde foi operado a um problema cardíaco preexistente no dia 3 de março, ou seja, três meses antes do seu 100º aniversário. Posteriormente, regressou ao Hospital Eduardo VII para recuperar e continuar o tratamento.

De acordo com o jornal britânico, o duque de Edimburgo foi visto a deixar o hospital esta terça-feira de manhã, dia 16. Não existem ainda informações de que o príncipe Filipe se dirija para para o Castelo de Windsor para se reunir com a rainha.