Quase um ano depois de ter ficado internado com uma infeção grave na perna esquerda, Ângelo Rodrigues regressou ao hospital para dar continuidade a novos tratamentos.

Segundo a TV Guia, que cita fonte hospitalar, o ator tem sido sujeito a várias intervenções para "reconstruir parte dos tecidos que estavam comprometidos. A perna ficou em muito mau estado e era normal que o tratamento durasse mais do que um ano", assim se lê na publicação.

O ator prepara-se para regressar muito em breve ao ecrã com a quarta temporada de Golpe de Sorte e num documentário sobre a sua recuperação física, depois de ter corrido risco de vida.

Eis o que ator escreveu na altura da reconstrução da sua perna, com a sua oitava cirurgia.

"Dezassete escadas separam o hall de entrada da minha casa e o meu quarto - cada uma do tamanho dos meus fantasmas. Sentar-me com eles talvez tenha sido uma das decisões mais sensatas da minha vida. São gajos fixes e, o melhor, domesticáveis. A minha visão de túnel evidencia ainda mais a minha mira - o meu quarto. Hoje inicio a segunda fase de reconstrução da minha perna. Esta, que sapateou entre a vida e a morte, vai mais uma vez ser salva ao tentar-se reduzir os 27 cms do enxerto cravado na minha pele, corrigindo possíveis complicações. Nada disto atrasará um das minhas duas metas: dançar como o Chaplin no “Tempos Modernos” e fazer um sprint com um atleta de alta competição. Como há babuínos com mais expressividade do que eu a dançar, a 2ª opção tem de ser possível. Sinto que é a isto que sabe a matéria dos vencedores. É que ter uma meta no horizonte é como atirar carne a um tigre, ele só vai parar quando ficar satisfeito”, explicou o ator.