David Livingston

Já é conhecido o resultado da autópsia de Naya Rivera, atriz que se destacou na famosa série de televisão Glee e que foi encontrada sem vida esta segunda-feira, 13 de julho, no lago Piu, no estado norte-americano da Califórnia.

De acordo com o comunicado da polícia de Ventura partilhado esta terça-feira, dia 14, no Twitter, a causa da morte da atriz foi classificada como afogamento de forma acidental.

Segundo as autoridades, a identidade de Naya foi confirmada através dos registos dentários e "não foram encontradas lesões ou doenças na autópsia".

>> ATORES DE 'GLEE' SURGEM DE MÃOS DADAS JUNTO AO LAGO ONDE NAYA RIVERA PERDEU A VIDA

"Não há indícios de que álcool ou drogas tenham tido influência na morte da atriz, mas as amostras serão enviadas para testes toxicológicos", pode ler-se ainda no comunicado.

Desta forma, o resultado da autópsia confirma a teoria inicial das autoridades de que a atriz teria morrido a salvar o filho, de quatro anos. Tendo por base o depoimento do filho da artista, os dois terão ido nadar para o lago quando foram surpreendidos por uma forte corrente. Naya terá conseguido salvar o filho, colocando-o na embarcação, mas não terá tido forças para se salvar.

>> DESESPERADO, PAI DE NAYA RIVERA NADA EM LAGO NA ESPERANÇA DE ENCONTRAR CORPO DA FILHA

Recorde-se que Naya Rivera estava desaparecida desde o passado dia 8 de julho, após um passeio de barco com o seu filho Josey, de quatro anos, que foi encontrado horas depois a dormir na embarcação. Após várias buscas, o corpo da atriz acabou por ser encontrado pelas autoridades, esta segunda-feira, dia 13.