Luís Borges, Eduardo Beauté e Lili Caneças

Luís Borges, Eduardo Beauté e Lili Caneças

Instagram

A notícia da morte de Eduardo Beauté foi divulgada no passado sábado, dia 7, pelo seu ex-marido, Luís Borges, através da sua página oficial de Instagram. “É com profunda tristeza que partilho convosco que partiu hoje o Pai dos meus filhos. Neste momento de dor peço que recordem o Eduardo com carinho e respeitem o momento difícil que atravessamos”, escreveu o manequim.

As reações não se fizeram tardar e entre as muitas palavras de apoio e solidariedade surgiram também duras críticas a Luís Borges, que foi casado com o cabeleireiro durante cinco anos, durante os quais adotaram três crianças: Bernardo, de nove anos, Lurdes, de sete, e Eduardo, de quatro. Depois do divórcio, em 2016, os dois passaram por uma fase muito conturbada e chegaram a trocar acusações, insultos e até agressões, que acabaram por se tornar públicas. A determinada altura, Beauté chegou mesmo a publicar nas redes sociais um vídeo onde aparecia completamente desesperado a chorar, assumindo ter agredido o ex-companheiro, que, alegadamente, estava a ameaçá-lo.

Tudo isto fez com que, depois de revelar a notícia da morte, Luís Borges fosse ‘bombardeado’ com comentários negativos, inclusive de atribuição de culpa e responsabilidade, que o obrigaram a desativar a opção de comentar o seu post.

Também Lili Caneças, que se referiu ao sucedido como “uma morte anunciada” e até confessou ter-se despedido do hairstylist há dois meses (leia AQUI). “Esperamos que não seja uma das devedoras ao Eduardo conforme ele afirmou que muitos famosos lhe deviam”, comentou um dos seus seguidores no seu Instagram, mas a socialite prontamente respondeu que não era cliente, mas sim amiga do cabeleireiro.

>> Causas da morte de Eduardo Beauté estão a ser investigadas