Eduardo Beauté

Eduardo Beauté

Instagram

A notícia da morte de Eduardo Beauté, o cabeleireiro dos famosos, não deixou ninguém indiferente e foram muitas as caras conhecidas que lhe prestaram homenagem nas redes sociais.

Lili Caneças: “Uma morte anunciada. Despedi-me dele há dois meses atrás… sinto muito”

Flávio Furtado: “Até um dia... descansa, finalmente, em paz"

António Pedro Cerdeira: “Não tenho palavras e tenho o coração a chorar. Estou em choque e a passar os momentos que passámos juntos e o enorme privilégio da tua amizade e amor. Não se agradece, não há palavras, sou e continuarei a ser o padrinho do teu filho. Choro. Que tenhas a paz que te faltou aqui e tudo o que mereces, pois tu eras, és, daquelas pessoas que trazem algo de melhor e bom para a vida dos outros. Amigo, irmão, pedaço do meu coração"

Alexandra Lencastre: “Então Eduardo? Sem avisar...!? Falámos tanto em tantos anos… podias ter ligado como sempre... parvo... querido... descansas em Paz? Hope so”

Fernanda Serrano: “Leva este beijo meu... Foste a pessoa com o coração mais doce que conheci na vida. Obrigada por tudo!”

Joana Machado Madeira: “Tenho pena. Tenho mesmo muita pena. Ele dizia que se eu não tivesse já um Eduardo na minha vida ele seria o meu. E eu em jeito de brincadeira dizia-lhe que nunca se sabe. Beijinhos Eduardo e que tenhas a paz que tanto querias”

Marta Cruz: “Das dores mais duras, profundas e cruéis que senti em toda a minha vida! E o que ficou por dizer???... Obrigada meu amor, de coração, obrigada por TUDO! Descansa em Paz. Até... 🖤”

Fátima Lopes: “Cuidou de mim e da minha imagem durante anos, com muito carinho. Que notícia triste. Estou em choque. Descansa em paz, meu amigo”

O cabeleireiro e empresário português tinha 52 anos. Eduardo Ferreira, o seu nome verdadeiro, já tinha confessado numa entrevista que tinha passado por uma depressão após o fim do casamento com o manequim Luís Borges, com quem tem três filhos, Bernardo, de 9 anos, Lurdes, de sete, e Eduardo, de quatro. Há um ano, Eduardo revelou ainda que, devido à atualização de rendas, encerrou o salão que tinha há dez anos na Avenida da Liberdade, em Lisboa.
Suspeita-se de suicídio, mas não há confirmação oficial.