Dolores Aveiro esteve em Lisboa esta quarta-feira, 6 de fevereiro, para apresentar o seu novo projeto e em conversa exclusiva com a SIC acabou por fazer revelações surpreendentes antes de viajar para Turim, Itália, para se juntar à restante família e compensar o facto de não ter estado presente no aniversário do seu filho prodígio, Cristiano Ronaldo.

A matriarca do clã Aveiro enfrentou um cancro da mama pela segunda vez há cerca de um ano, teve de ser operada e fez radioterapia. Na altura ainda estava a viver em Madrid, Espanha, e conseguiu manter tudo em segredo até agora. "Fui operada aos dois peitos. Ninguém sabe do segundo. Fui operada em Madrid, fiz radioterapia. Desisti da vida e agora luto pela minha vida", revelou Dolores Aveiro durante a apresentação da sua nova marca de azeites e vinhos.

De referir que a mãe de Cristiano Ronaldo já tinha enfrentado a doença em 2008, altura em que foi operada pela primeira vez. Sabe-se agora que dez anos depois o processo se repetiu.

Visivelmente feliz, Dolores Aveiro não se deslumbra com a vida que tem hoje e garante que se for preciso não tem medo de ir trabalhar. Aos 64 anos assume: “Quero ver os meus netos bem criados e eles terem a humildade que eu tive até hoje”.

Além de Cristiano Ronaldo, Dolores tem mais três filhos, Elma, Hugo e Katia Aveiro, e no total tem oito netos.

Veja a entrevista exclusiva para a SIC: