Depois da mulher de Mc Kevin, Deolane Bezerra, ter dado a primeira entrevista após a morte do cantor, que caiu do 5º andar de um hotel no Rio de Janeiro, Victor Elias Fontenelle, mais conhecido por MC KV, publicou um vídeo esta sexta-feira onde se pronunciou sobre a tragédia à qual assistiu.

"Luto! Perdi o meu amigo, um verdadeiro irmão há alguns dias. Tenho sofrido, sido ameaçado, mas continuo forte pela minha família e pela nossa história", disse na gravação acima publicada nas redes sociais. "Eramos amigos, amigos de verdade. Onde eu ia, ele ia. Era um vínculo muito forte. As pessoas sabiam do meu carinho por ele e o carinho dele por mim", acrescentou.

O artista explica que tem sofrido ataques: "Estou a ser massacrado, injustiçado. Estão a agredir muito a minha família, a minha filha. Estão colocar-me contra a parede. Não tenho reação para isso. Não tenho respostas para isso. Já deixei tudo na mão da polícia, deixei o meu telemóvel, a minha senha. Estou à disposição de tudo", explicou o MC VK, referindo que aguarda a investigação, que segue em segredo de justiça.

"Só falta a resposta da justiça. Não sei a razão. Eu quero saber o porquê. Perdi um amigo, não perdi um voo. Perdi um amigo do coração, a única pessoa que queria o meu bem, no meu ponto de vista", afirmou.

De acordo com o jornal O Dia, que teve acesso ao depoimento do cantor, este referiu que viu as mãos do MC Kevin a escorregar do parapeito da varanda do hotel onde o amigo caiu e confirmou que ele e o amigo tiveram relações sexuais com Bianca Dominguez. MC VK explica que foi tomar banho enquanto o amigo ficou com a modelo e, quando voltou, foi à varanda, abriu a cortina e viu a vítima a soltar o parapeito da varanda.