São 16 rostos que se enfrentam para o título de melhor chef de Portugal no Hell's Kitchen, o grande formato da SIC com Ljubomir Stanisic que estreou este domingo, dia 14. Todos os chefs contam com percursos muito diferentes como é o caso de Cândida Batista. Com 39 anos, já cozinhou em restaurantes de todo o mundo depois de trocar o curso de Arquitetura pelo de Gastronomia.

»» Ljubomir Stanisic em 'Hell's Kitchen': "Um dia ameacei expulsar toda a gente"

Antes de ser chef em eventos privados e viver com a filha em Viena, Áustria, Cândida nasceu e cresceu no Rio de Janeiro, Brasil, numa família numerosa onde a avó era a sua maior inspiração, ao cozinhar para todos.

Escolheu o curso de Gastronomia, que completou em 2006, e "morreu de amores" pela cozinha, como disse na apresentação do programa. Cândida conseguiu conciliar a sua carreira como modelo, onde trabalhou mais de 20 anos no meio, encerrando esse capítulo em 2020 quando posou para a Playboy da Eslováquia, em janeiro desse ano.

"Servir um prato é mais íntimo do que posar nua porque a modelo nua é só uma personagem, uma história que se conta, sobre uma coisa que não é real e um prato sempre tem as influências sobre os lugares onde vivi, de pessoas com quem me encontrei, e as técnicas que eu aprendi", contou a chef que já trabalhou em restaurantes com estrela Michelin de Gordon Ramsay e Konstantin Filippou.

Instagram