Ljubomir Stanisic abriu pela primeiras as portas do Hell's Kitchen, esta sexta-feira, dia 5, durante uma conferência de imprensa ao lado de Daniel Oliveira . Do estúdio gigante às queimaduras, da qualidade dos 16 concorrentes que competem até às expulsões, o chef antecipou este desafio que terá num dos episódios um menu dedicado à Bósnia.

»» Daniel Oliveira sobre 'Hell's Kitchen': "O Ljubomir prova e supera todas as melhores expectativas"

Com uma personalidade singular. Ljubomir revelou que Hell's Kitchen está inteiramente focado na cozinha - as instalações segundo o próprio são um sonho para qualquer chef - e que o seu papel é mesmo, fiel a si mesmo. "Não sou ator, nem apresentador. Não há personagens", sublinhou durante a conferência em Paço de Arcos.

São 16 concorrentes que lutam pelo lugar de melhor chef, mas que além do título terão outros dois prémios. Um carro topo de gama e outro ainda por revelar. Ljubomir não hesitou em exaltar a qualidade dos 16 chefs profissionais e semi-profissionais. “Eu próprio contratava qualquer um dos finalistas”, disse Stanisic que teve 'carta branca' de Daniel Oliveira para apresentar castigos e recompensas. "As compensações foram escolhidas por mim e cada vez que eles me surpreendiam, dava-me muito gozo mostrar-lhes que podem ter um grande prazer (...) Levámo-los a comer uma das melhores refeições das vidas deles", deu a título de exemplo à pergunta do Fama Show.

As expulsões na sala negra? "Houve um dia em que ameacei expulsar toda a gente porque não há essas regras", antecipa o chef que sublinha que um concorrente ou mais podem ser expulsos a qualquer momento.

Além do humor, há vários imprevistos na cozinha com concorrentes que sofrem alguns acidentes e nem o anfitrião escapou. “Eu próprio queimei-me seriamente. Disse um ‘piiii’ e continuei a trabalhar”, confessou Ljubomir, explicando que ele mesmo ajuda os cozinheiros nessas situações.

"Sou um duro com coração mole. Obviamente que me emocionei por vários momentos durante o programa. Crio laço familiar com todas as pessoas com quem trabalho”, explicou o chef que há muito ansiava fazer um novo programa de televisão e que os "concorrentes se esqueceram das câmeras" à medida que o rumo formato avança.

Ljubomir Stanisic e Daniel Oliveira

Ljubomir Stanisic e Daniel Oliveira

JOAO MARIA C

Num programa que também irá mostrar o ambiente de tensão nos bastidores de uma cozinha, o chef mais famoso do país admite que em momentos intensos aprendeu grandes lições, na sua carreira, mas que o mesmo aconteceu neste formato.

Um dos programas vai prestar uma homenagem às origens de Stanisic com um menu dedicado à Bósnia, sendo um dos episódios que considerou ser um dos mais especiais.