Andreia Rodrigues esteve esta quarta-feira, 24 de fevereiro, à conversa com Diana Chaves e João Baião através de uma videochamada no programa Casa Feliz. Grávida da segunda filha - fruto do casamento com Daniel Oliveira - a apresentadora contou como é que está a viver a reta final da gestação.

"Há dias um bocadinhos mais difíceis de gerir. Tenho saudades dos meus amigos, das minhas pessoas, de poder passear, de viver esta gravidez com uma liberdade diferente daquela que temos tido. Tem sido uma liberdade muito espartilhada pelo facto de estarmos a viver esta pandemia, mas grata porque temos saúde", contou, revelando ainda para quando está previsto o nascimento da filha. "Eu diria que em março, a Inês vem conhecer o mundo", acrescentou.

Entretanto, com o parto a aproximar-se Andreia Rodrigues afirmou ainda estar tranquila. "O parto não é uma coisa que me crie muita ansiedade, nem nervosismo. Com a Alice foi muito tranquilo. Já me avisaram que o segundo [parto] é muito mais rápido e, portanto, tenho de estar preparada para isso", explicou.

>> ANDREIA RODRIGUES PARTILHA UMA DAS SUAS "FOTOGRAFIAS FAVORITAS" DA GRAVIDEZ

Já no que diz respeito à forma com a filha mais velha, Alice, de quase três anos, encara a chegada da irmã mais nova, a apresentadora referiu que a menina já acusa uma certa ansiedade.

"A Alice está ansiosa e começa a denunciar, eu não digo ciúme, mas alguma carência porque começa a querer deitar-se na cama da mana, está sempre a perguntar quando a mana vem cá para fora. Ela quer muito partilhar momentos com a mana. Diz que vai ajudar, que vai ser a mana mais velha, mas, ao mesmo tempo, noto que ela está muito mais agarrada a mim", revelou.

Numa fase final da conversa, Andreia Rodrigues deu ainda conta que tem contado com o apoio da mãe nesta fase e assumiu estar com saudades do trabalho. "Tenho muitas saudades de fazer televisão, de estar com as pessoas. Sem dúvida que a pandemia também veio tirar isso", afirmou, acrescentando: "Acreditar que o melhor está sempre para chegar. Temos uma Inês a caminho. É tempo de nos focarmos na Inês e o trabalho virá depois".