Portia de Rossi e Ellen DeGeneres

Portia de Rossi e Ellen DeGeneres

Daniele Venturelli

Depois das inúmeras polémicas, Ellen DeGeneres volta a estar debaixo de fogo. A apresentadora é agora acusada de "atormentar" e "tirar prazer" de despedir empregados seus.

Citada pelo Daily Mail, uma antiga empregada de Ellen revela que trabalhar com a celebridade era "o pior".

"Às vezes ela gritava connosco mas também nos falava de forma condescendente. Tratava-nos como se fossemos nada", começa por dizer revelando ainda que Ellen passava diariamente uma lista de queixas relativas a comportamentos dos seus empregados. Queixas estas que poderiam ser tão triviais como o funcionário não ter deixado o saleiro no lugar correcto.

Ellen DeGeneres enviou reclamação para restaurante devido à manicure da empregada de mesa

Para além do ambiente super controlador, as denúncias revelam ainda que Ellen deixava "armadilhas" pela casa - como por exemplo fósforos nos armários ou nos livros - de forma a certificar-se de que tudo era realmente limpo.

"Um dia um dos membros da equipa encontrou oito fósforos espalhados pela casa, em sítios estranhos. O resto do dia foi passado a tentar encontrar os restantes, de forma a que quando ela [Ellen] chegasse a casa não despedisse ninguém", revelou a mesma fonte.