Reprodução SIC

Este sábado, dia 15 de agosto, Marcelo Rebelo de Sousa estava a desfrutar das suas férias na Praia do Alvor, no Algarve, quando se deparou com um incidente que podia ter acabado em tragédia. Na água, o Presidente da República viu que dois banhistas tinham acabado de cair à água e estavam com dificuldades para regressar à canoa.

Marcelo viu a aflição das duas jovens e não hesitou em ajudar no salvamento. "Aquelas duas jovens vinham de outra praia e como aqui há uma corrente muito forte de Oeste, foram arrastadas na direção desta praia. As suas canoas viraram-se e elas engoliram muita água", começou por explicar em declarações à SIC, quando já se encontrava no areal.

"Depois de terem caído à água, não estavam a ser capazes nem de se virar, de subir para o barco ou de nadar contra a corrente que estava muito forte. Felizmente houve ajuda de outro patriota e foi possível salvar as duas jovens", acrescentou.

Apesar das jovens se encontrarem bem, o Presidente da República deixou um alerta para que sejam mais cuidadosos: "Para o futuro tem de haver mais cuidado. Apesar de terem coletes, não sabiam nadar muito bem. E mesmo quem sabe está sempre sujeito a este tipo de situações", rematou.