Manuel Machado esteve internado seis semanas em risco de vida na sequência de uma lipoaspiração mal executada. Onze anos depois, o treinador de futebol recebe uma indemnização por erro médico.

Foi em novembro de 2009 que o treinador, na época, do Nacional da Madeira foi submetido a uma lipoaspiração abdominal e torácica no Porto. As dores fortes, já em casa, mereceram uma visita do médico que não encontrou qualquer problema.

Quatro dias depois de operado, foi operado de urgência. Seguiram-se seis semanas em coma induzido., segundo o Jornal de Notícias. Depois de várias cirurgias (parte do intestino foi perfurado duranta lipoaspiração), Manuel Machado teve alta no início de 2010.

Manuel Machado

Manuel Machado

AFP Contributor

A decisão

O Supremo Tribunal de Justiça decidiu que o antigo técnico do Nacional da Madeira vai receber 100 mil euros de indemnização pagos pelo médico do Porto e pela seguradora. A condenação inicial era de uma indemnização de “60 mil euros pelos danos patrimoniais e de 40 mil euros pelos danos não patrimoniais”, segundo a VIP. Mas no final de 2019, o Tribunal da Relação do Porto baixou esse valor para os 86 mil euros.

A decisão do Supremo Tribunal de Justiça repôs o valor de 100 mil euros do treinador de 64 anos, considerando “as repercussões danosas das lesões sofridas” pelo treinador de 64 anos.