Georgina Rodríguez e Cristiano Ronaldo estiveram dois meses na ilha da Madeira a fazer quarentena devido ao novo coronavírus. Apesar de confinados em casa, os dois nunca deixaram de lado o exercício fisico, porém, inicialmente, essa prática não foi fácil em conjunto.

A espanhola, que mostrou aos fãs a sua rotina de treino durante esses meses, admitiu que sentiu vergonha ao treinar com o namorado. "Inicialmente ficava envergonhada ao treinar com o Cristiano. Imagina ter que treinar no mesmo espaço do que ele", disse Georgina à revista Women's Health, segundo o jornal Mirror.

"Estava habituada a treinar em casa quando ele treinava no clube, para passarmos mais tempo juntos quando ele voltasse", acrescentou.

Entretanto, as coisas mudaram: "Depois esse sentimento passou e agora amo treinar com ele. Ele tornou-se na minha maior motivação e inspiração."

A modelo disse ainda que o jogador português era o "melhor professor" e falou também sobre a sua rotina. "O Cristiano treina pela manhã e novamente à tarde. Ele é um atleta de elite. É incrível como ele se concentra e se dedica à sua paixão pelo futebol", explicou.

Depois do desconfinamento, o casal regressou a Itália com os filhos, mas ainda este mês estiveram a fazer uma escapadinha em Cascais.