Foi no ano passado que José Condessa partiu para o Brasil para gravar a novela das 19 horas, Salve-se Quem Puder, ao lado de nomes como Deborah Secco, Juliana Paiva e Thiago Fragoso. A novela estreou no início deste ano, mas o ator viu-se obrigado a sair do projeto.

Com a pandemia do novo coronavírus, o projeto de ficção da Globo ficou suspenso por um período indeterminado. Mas ao contrário do que foi primeiramente noticiado no Brasil e, depois em Portugal, o ator português de 23 anos não quebrou nenhum acordo.

"O ator já tinha compromissos assumidos em Portugal para quando terminasse ‘Salve-se Quem Puder’. Com a pandemia, os cronogramas de gravação foram afetados e o ator não terá como terminar a novela. A Globo já estava ciente do compromisso do ator, mas não foi possivel conciliar as agendas, infelizmente", diz o comunicado da Globo, na nota da colunista Patrícia Kogut, citada pelo site brasileiro Extra.

José Condessa já tinha assim o compromisso de protagonizar uma novela portuguesa e a Globo estaria a par da situação.

»» Após meses de distância, José Condessa e Bárbara Branco voltam a estar juntos: "O reencontro mais aguardado"

De acordo com a colunista de O GLOBO, a saída do ator português, de 23 anos, causou um mal-estar na direção. Daniel Ortiz, autor da trama das sete, teve que reescrever quase 40 capítulos.