Ruben com a mãe, Ana

Ruben com a mãe, Ana

Facebook

Ruben Rua esteve esta quarta-feira, 27 de maio, pela primeira vez em ‘casa’ de Cristina Ferreira. Tal como a anfitriã das manhãs da SIC fez questão de referir, os dois são amigos, almoçam juntos regularmente e só o isolamento social imposto pela Covid-19 fez com que não tenham conversado muito nos últimos tempos.

Foi precisamente a existência dessa relação cúmplice que levou a mãe do modelo e apresentador de televisão a abrir uma exceção e falar publicamente sobre o filho. “Ele deve estar mesmo surpreendido comigo. Olha que até eu estou muito admirada comigo mesma, mas há momentos na vida que temos de dizer que sim e foi o caso”, começou por afirmar Ana Rua.

“Não te vou dizer nada de novo, nada que já não tenha dito, mas Ruben tu és mesmo um bom filho, um bom irmão, um bom amigo. Tens um coração genuíno, um coração puro, és uma pessoa extremamente exigente, determinado, mas, acima de tudo, és muito lutador. Essas qualidades fizeram com que tu atingisses os teus objetivos. Ambos sabemos que nem sempre foi fácil, nem sempre chegaram na altura em que tu mais desejavas, mas a vida é assim mesmo, meu filho, e tu não podes parar. Não vais desistir porque ainda tens um caminho longo para percorrer. Um beijo, amo-te muito”, concluiu a mãe de Ruben Rua, deixando-o profundamente emocionado.

“O que posso dizer? Eu tenho muitas conversas com os meus pais e, às vezes, eu acho que existem cisas que não se dizem e eu não digo muitas vezes, o que não quer dizer que não as possa sentir e a minha mãe fala certo, fala bem”, comentou o convidado de Cristina Ferreira e a apresentadora respondeu: “Nunca te vi tão ‘desmanchado’”.

Concordando que não é fácil isso acontecer, o modelo explicou: “A minha família desarma-me, sem dúvida nenhuma. Se existe um ponto fraco, será sempre esse. É aquilo que te faz fazer sempre tudo e que eu sei que está incondicionalmente comigo (…) De facto, a minha vida, sem querer [exagerar], dentro de toda a felicidade e toda a sorte que eu tive – e que tive também – tem sido um caminho construído com muito esforço, sacrifício, espera. Se calhar as pessoas acham que eu apareci aqui há quatro anos quando trabalhámos juntos. Ou que foi por magia ou por lobby que algum me colocou ali, mas eu sei que não foi assim. Antes pelo contrário”.