Anwar Hussein

Foi num documentário da BBC sobre saúde mental que o príncipe William abriu o coração sobre a paternidade. O duque de Cambridge, que tem três filhos com Kate Middleton, descreveu que ser pai "foi uma dos momentos mais difíceis" da sua vida.

O pai de George, de seis anos, Charlotte, de cinco, e Louis, de dois anos, confessou que ter filhos lhe trouxe algumas memória e abriu velhas 'feridas' sobre a morte da sua mãe, a princesa Diana, que morreu num acidente de carro em 1997.

Em conversa com o antigo jogador de futebol, Marvin Sordell, o duque de Cambridge disse que "ter filhos é uma grande mudança na tua vida".

"Acho que quando passas por algo traumático na tua vida... a minha mãe morreu quando eu era jovem, as emoções regressam", afirmou, citado pela BBC.

O príncipe reforça que ter filhos é "uma fase muito diferente da sua vida", referindo ainda que quando se perde um ente-querido como um pai ou uma mãe pode ser um enorme desafio. E acrescenta: "Não há ninguém para te ajudar, não posso deixar de considerar que por vezes fico assoberbado. Emocionalmente, surgem coisas que nem sabias que terias de lidar com elas", disse.

"É um dos momentos mais incríveis da vida. mas também é um dos mais assustadores", confessa.

O documentário será lançado esta quinta-feira, 28 de maio, na BBC One, no Reino Unido.

Princesa Charlotte, Kate Middleton, príncipe George e príncipe William

Princesa Charlotte, Kate Middleton, príncipe George e príncipe William

WPA Pool