Charles McQuillan

Antes de Meghan Markle conhecer o marido a norte americana trabalhava como atriz e segundo um operador de câmera, a esposa do príncipe Harry já era chamada de 'princesa' devido ao seu comportamento muito exigente no set.

Em declarações exclusivas ao Daily Mail, o cinegrafista disse que Meghan estava sempre com a sua equipa e estabeleceu um conjunto de regras rigorosas, incluindo a de não gravar os pés. Além disso, insistiu em usar champanhe caro durante nas filmagens e aprovar todas as gravações. "Ela era difícil e exigente", explicou.

O operador de câmera, que deseja permanecer anónimo porque ainda trabalha na indústria, disse que quando trabalhava num projeto com a duquesa, em Toronto, no Canadá, Meghan ja tinha uma reputação por ser complicada. "As pessoas disseram-me logo: 'prepara-te porque ela é demasiado'. Eles costumavam chamá-la de "a princesa", contou.

Quando a vi, logo que ela chegou, eu nem sabia quem ela era e ela estava agir como uma diva. Era a atitude, como ela falava com as pessoas, as regras. Ela entrou a usar um boné (de beisebol), a esconder o rosto, abaixou a cabeça e voltou para a sala de maquilhagem", continuou.

Apesar da atitude, a fonte diz que é uma boa atriz. "Quando dizem "ação", ela sabe como fazer o seu trabalho, mas quando a câmera pára, ela não é a pessoa mais amigável", afirmou.

"Um dos membros da minha equipa é o mais simpático e ele ficou traumatizado no final [das gravações] porque ela era muito má", revelou.

Amanda Edwards