Rosa Villa

Rosa Villa

Instagram

Nos últimos anos, a vida da atriz Rosa Villa tem sido marcada por excessos e polémicas e foi precisamente sobre isso que falou no programa Júlia esta quarta-feira, 29 de abril.

A artista, agora com 56 anos, começou por recordar as suas origens humildes e uma infância feliz, pelo menos até à morte de um dos seus heróis. “O meu avô era uma pessoa muito carinhosa, muito dedicado a mim, adorava-me. A primeira palavra que eu disse foi avô. Era um grande homem”, começa por dizer, sem conseguir conter as lágrimas. “Ele morreu-me nos braços. Ainda hoje não consegui ultrapassar isso porque era uma pessoa muito querida, tal como os meus pais e a minha avó”, acrescenta, explicando que depois desta perda também o pai saiu de casa para ir viver com outra mulher. “Foi outro balde de água fria que me caiu em cima”, garante.

Durante a entrevista, Rosa Villa falou também dos anos em que consumiu drogas, nomeadamente cocaína. “Tudo começa porque o trabalho era muito. Fazia teatro, televisão. Na altura era novela atrás de novela, sempre a trabalhar (…) A pessoa está no lugar errado, à hora errada, com a pessoa errada (…) Achamos que se controla tudo, mas não se controla nada. Para além de se gastar uma fortuna”, explica.

Esta dependência deu origem ao fim do seu casamento, algo que demorou a superar: “Ele apercebe-se, temos uma conversa e o facto de se ocultar algo a um companheiro, estamos a mentir, é uma mentira muito grande (…) Quando uma pessoa está viciada começa a descompensar. Ficamos mais ansiosos, mais enervados. Há uma certa hiperatividade e tudo isso descompensa numa relação (…) Quando chego aos 46 anos, nós separamo-nos. Foram cinco anos para recuperar. Deixei de aceitar trabalho, convidavam-me e eu deixei de aparecer porque já não me estava a sentir eu, tinha perdido o companheiro, tinha-lhe dito para levar a [minha filha,] Rafaela. E é nesta altura que decide pedir ajuda a uma amiga, que a levou para uma clínica de recuperação.

Ultrapassado este período com sucesso, a atriz – que podemos ver na pele de guarda prisional na novela Nazaré, da SIC – ainda enfrentou dependência: o álcool. Cinco anos depois do divórcio reencontrou o amor ao lado de um músico, cujos hábitos acabaram por influenciar a sua vida: “Ao jantar como ele bebia o seu copo de vinho também comecei a beber e continuava noite dentro. Quando dei por mim estava uma alcoólica”. Seguiu-se, então, um novo processo de desintoxicação e Rosa Villa lamenta o sofrimento que causou à família: “A minha filha com a droga não se tinha apercebido e com o álcool sim e fiz sofrer o ser que mais amo na vida”.

Durante este processo de recuperação, a artista acabou por se ver envolvida em episódios de violência com o namorado e as autoridades, porque, explica, estava a fazer medicação para deixar de beber, mas continuava a fazê-lo. Num dia em que discutiu com o então companheiro acabou por ser detida por conduzir alcoolizada. “Ele percebeu que eu estava alcoolizada e telefona para o 112, mas como ele não sabia falar muito bem português e como deve ter dito que eu estava alcoolizada, apareceu a GNR (…) Agarraram-me contra a parede, com um braço assim e algemaram-me (…)”, recorda, antes de afirmar que foi violentamente agredida: “O meu namorado estava lá e, de repente, eu algemada, dentro da cela, levo um soco da cara, de um homem da GNR, que são pessoas que cultivam o corpo parecia que me iam saltar os olhos e caio e fiquei de lado. Não percebi se foi a bota ou um joelho que estava em cima da minha cara”.

Na sequência destes episódios, a atriz foi acusada de violência doméstica e agressão às autoridades.

Rosa Villa com a filha, Rafaela

Rosa Villa com a filha, Rafaela

Instagram

Ao longo desta conversa emotiva com Júlia Pinheiro, Rosa Villa foi surpreendida pela mãe e pela filha e explicou que, ultrapassada esta década difícil da sua vida, está numa nova fase: “Estou muito serena, gosto muito do meu canto. Olho-me todos os dias ao espelho e gosto daquilo que vejo. Obrigada Universo, estou em paz comigo”.

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA NO VÍDEO ABAIXO: