Iva Domingues foi uma das mais recentes convidadas da rubrica Era o Que Faltava, da Rádio Comercial, apresentada por Rui Maria Pêgo e Ana Martins. Durante a conversa a apresentadora recordou a relação amorosa que manteve com Ângelo Rodrigues e revelou ainda como foi lidar com os momentos preocupantes que viveu quando o ator esteve internado.

"Com o trabalho [no Canal 11] ficámos próximos e divertiamo-nos imenso. Voltou a haver uma proximidade, não romântica, mas há muito carinho", começou por afirmar.

Recorde que a apresentadora e o ator mantiveram uma relação durante seis anos. Por este motivo, quando Ângelo Rodrigues entrou em coma, Iva foi das pessoas que mais se manteve mais próxima.

"Foi muito violento, desgastante, fiquei desfeita na altura. Houve momentos em que eu não sabia se ele ia sobreviver. Estás mesmo ao pé do precipício e não sabes se te vão empurrar"

"Houve um dia, especificamente, em que tudo dependia desse dia basicamente, que foi um pesadelo. Uma pessoa que tu amaste e ainda amas de outra forma... a impotência que sentes, a frustração de não poderes fazer nada", continuou.

Aliás, Iva revelou ainda que esteve presente no momento em que o ator saiu do coma.

"Quando ele acordou eu estava lá. Percebi que ele estava acordado porque ele apertou a mão, reagiu a uma pergunta minha. Quando acordou toda eu era um sentimento único. Naquele momento era felicidade pura. Não havia espaço aqui dentro para mais nada. Estava apagada e acenderam-se as luzes todas".