Reprodução Instagram, DR

Tinha apenas 13 anos quando experimentou cannabis, da qual se tornou dependente durante a sua adolescência. Depois, evoluiu para substâncias mais pesadas como consumir ecstasy, cogumelos e bebia lean. Estes são alguns dos pormenores que Justin Bieber revela num dos episódios do documentário 'Sessions', do YouTube.

O cantor explica que era uma "fuga" aos seus problemas. "Eu era jovem. [...] "A minha experiência foi à frente da câmaras e tive um nível de exposição diferente. Eu tinha muito dinheiro e muitas coisas", contou.

Justin tornou-se gradualmente viciado em drogas duras e só teve vontade de se desintoxicar quando sentiu que "estava a morrer". O jovem de 25 anos recorda um desses momentos: "A segurança entrava no meu quarto à noite para verificar o meu pulso. As pessoas não sabem o quanto as coisas ficaram sérias. Era assustador. Eu estava acordando de manhã e a primeira coisa que eu fazia era tomar comprimidos, fumar um cigarro e começar o meu dia. Ficou assustador."

"Eu basicamente disse para mim mesmo: 'Meu Deus, se tu és real, ajuda-me a passar esta fase, a deixar isto, e se fizeres isso, farei o resto do trabalho'", contou.

A sua luta contra a depressão e a ansiedade também não é uma novidade, mas o artista explica que tem que tomar antidepressivos e faz tratamentos em Câmara Hiperbárica para aliviar o stress. Recorde-se ainda que Justin foi recentemente diagnosticado com doença de Lyme.

"Ser o melhor de mim vai-me ajudar a ser o melhor marido, o melhor pai, o melhor amigo que posso ser. E para todos os fãs que querem ouvir a música que faço. Não sou saudável. Não sou saudável há muito tempo", acrescenta.

A sua mulher, Hailey, com quem se casou o ano passado (veja aqui as fotografias da cerimónia), só se aproximou de Justin quando este ficou sóbrio. "Acho que quando alguém muito jovem sofre de uma ansiedade horrível, que não é diagnosticada, não sabe o que está a sentir e começa a automedicar-se porque isso faz com que se senti melhor. Apenas ajuda a não sentir nada", afirmou a modelo.

Justin deixa ainda uma mensagem de apoio a quem está a passar pelo mesmo. "Pode não parecer tão difícil para algumas pessoas sair da cama, mas tem sido muito difícil para mim. Eu sei que muitas pessoas se sentem da mesma maneira, então eu só quero dizer que não estás sozinho. A vida vale a pena viver. Se não vais desistir, a única coisa a fazer é avançar."