Marie-Christine da Bélgica com o marido, Jean-Paul Gourgues

Marie-Christine da Bélgica com o marido, Jean-Paul Gourgues

Instagram

Foi encontrada a princesa Marie-Christine da Bélgica, a princesa que há 12 anos desapareceu misteriosamente, após perder quase toda a sua fortuna devido ao vício do jogo. O seu afastamento da vida pública nunca foi muito claro e, na altura, especulou-se que tivesse sido forçado pela Cada Real belga, de forma a afastar todos os escândalos e polémicas.

Agora com 68 anos, a princesa, que é tia do rei Philippe da Bélgica, está a viver numa aldeia remota dos Estados Unidos, junto à fronteira com o Canadá. A notícia é revelada pelo jornal Het Laatste Nieuws, que explica ainda que a princesa vive com o marido, o francês Jean-Paul Gourgues, e leva uma vida pacata.

De referir que, de acordo com a sua autobiografia lançada em 2004, Marie-Christine da Bélgica teve uma infância marcada pela ausência do pai, o rei Leopoldo III, e a relação distante com a mãe, a princesa Lilian. A rebeldia terá chegado já na adolescência, após ser violada por um primo. Os anos que se seguiram foram marcados pelos excessos: álcool, drogas, saídas à noite, relações fugazes e até um aborto.

O vício do jogo, esse, terá surgido já depois do casamento com Jean-Paul Gourgues, numa altura em que os dois viveram em Las Vegas. Depois de admitir publicamente que tinha perdido grande parte da sua fortuna, a princesa cortou relações com a família real da Bélgica e desapareceu. Não havia notícias suas desde 2007.