A rainha Isabel II de Inglaterra

A rainha Isabel II de Inglaterra

Getty Images

A rainha Isabel II quebrou a tradição esta segunda-feira, dia 14, na abertura de uma sessão parlamentar, o que gerou algum ‘burburinho’ na imprensa britânica sobre um eventual problema de saúde. Tudo porque a monarca não usou, como habitualmente, a imponente coroa imperial, que é a joia mais importante e valiosa da coleção real.

Depois de se especular sobre a condição física da rainha, que já tem 93 anos, também se falou na possibilidade de ser uma espécie de protesto devido à situação política instável que o Reino Unido atravessa, mas parece que a explicação é, afinal, bem mais simples. O peso da joia – cerca de dois quilos – torna-se desconfortável e terá levado Isabel II de Inglaterra a tomar a decisão de não a usar nesta ocasião, substituindo-a por um diadema mais leve e discreto.

A coroa imperial

A coroa imperial

Getty Images

De referir que esta peça foi feita em 1937, para a coroação do rei Jorge VI, e é composta por 2868 diamantes, 17 safiras, 11 esmeraldas e 269 pérolas. Em 76 anos de reinado, a avó de William e Harry apenas se tinha recusado a usar esta joia uma vez, em 2017, numa situação semelhante.