Era amigo próximo de Eduardo Beauté que foi encontrado morto, na sua casa, a 7 de setembro. Ainda chocado, António Pedro Cerdeira, padrinho do filho mais novo do cabeleireiro, diz estar pronto para qualquer situação no que toca ao seu papel na educação do afilhado.

"Claro que pondero", descreve o ator à Nova Gente. "Equaciono todos os cenários. Para o que for preciso. O Eduardo confiou em mim. Eu não o quero desiludir e não o vou desiludir", acrescentou, referindo-se ao filho do cabeleireiro, Eduardo, de quatro anos.

À publicação, o ator que perdeu a mãe há dois meses, revelou que ainda está "um bocadinho anestesiado" com o a tragédia. "Vou agora tentar saber como é que são as coisas. Foi-me delegada essa responsabilidade pelo Eduardo. Aliás, as palavras dele foram: 'Se algum dia me acontecer alguma coisa, pensei em pessoas que pudessem, de alguma forma, substituir-me'. Tenho essas palavras bem presentes. Agora, quero informar-me. Estou cá para o que for necessário, porque quero que ele esteja em paz e quero também eu estar em paz", garante o ator.

Beauté morreu de uma embolia cerebral, aos 52 anos. Tinha três filhos: Bernardo, de oito, Lurdes, de sete, e Eduardo, de quatro.

Luís Borges, ex-marido, despediu-se de Eduardo Beauté, veja aqui.