Cardiff City FC

"Posso confirmar que foi encontrado", disse um porta-voz do gabinete de inquérito a acidentes aéreos, e a Sky News noticiou que o avião - Piper PA-46-310P Malibu - que desapareceu dos radares pelas 20 horas do passado dia 21 de janeiro foi encontrado no fundo do Canal da Mancha, este domingo 3 de fevereiro.

A bordo seguia Emiliano Sala e as buscas pelo avançado de 28 anos continuam em curso, embora tanto o jogador como o piloto do monomotor já sejam, ambos, presumivelmente dados como mortos. O voo tinha sido marcado pelo próprio atleta que se recusou a aceitar a oferta de transporte oferecida pelo novo clube.

David Mearns, diretor da Blue Water Recoveries, liderou a equipa a bordo da embarcação que localizou os destroços - a FPV Morven - e, em declarações à mesma estação de televisão, Mearns explicou: "Este é provavelmente o melhor resultado que poderíamos esperar para a família. Mas, esta noite, os familiares receberam notícias devastadoras, por isso, por respeito, não vou fazer mais comentários".

Até agora, não foram revelados mais detalhes sobre o paradeiro do argentino que viajava de Nantes - onde jogava - para o País de Gales, depois de ter sido recrutado pelo Cardiff por 17 milhões de euros.

Relembre-se que apenas três dias depois do desaparecimento do monomotor, a investigação oficial foi cancelada mas que o dinheiro angariado pela família e pelos adeptos fizeram retomar as buscas.