Meghan, Carlos e Harry

Meghan, Carlos e Harry

Getty Images

Foi o príncipe Carlos de Inglaterra quem acompanhou Meghan Markle ao altar no dia do seu casamento com o príncipe Harry. Dias antes do grande dia, Thomas Markle, o pai da ex-atriz envolveu-se num escândalo de fotografias combinadas com paparazzi em troca de dinheiro e depois ser descoberto acabou por sofrer um ataque cardíaco e não pode viajar dos Estados Unidos para Inglaterra para assistir ao enlace.

Preocupado, o príncipe Harry interveio e a sua futura mulher concordou que poderia ser o príncipe Carlos, então futuro sogro de Meghan, a ocupar esse lugar. “Eu perguntei-lhe e penso que ele já estava à espera e respondeu-me imediatamente que sim. ‘Claro que sim, farei tudo o que a Meghan precisar e estou aqui para vos apoiar’, disse-me. Não poderia ter sido uma oportunidade melhor para ele demonstrar o seu apoio. Ele é o meu pai, portanto, de certa forma, era também um dever dele aceitar”, começa por lembrar o irmão do príncipe William no documentário da BBC que assinala o 70.º aniversário do príncipe Carlos, herdeiro do trono britânico.

Ainda assim, no dia da cerimónia, o jovem fez questão de agradecer ao pai por estar a ‘entregar-lhe a noiva’, o que considera natural: “Tive uma boa educação. Dizemos obrigado. Só por ele ser meu pai não quer dizer que eu tivesse que descurar esse aspecto. Ele esteve lá para nós e eu senti-me muito grato por ele ter podido fazê-lo”.

A madrasta de Harry, Camilla, duquesa da Cornualha, também dá o seu testemunho no documentário e confessa que se emocionou com esse momento. “Acho que foi muito bonito. Onde eu estava sentada, não consegui ouvir o que o Harry disse, mas depois, quando vi o vídeo, pensei que tinha sido um gesto muito tocante”, afirmou.

Desde que Harry anunciou o noivado com Meghan Markle, em novembro do ano passado, que se fala da boa relação que a ex-atriz mantém com o sogro e a mulher deste. A ser verdade, tudo deverá melhorar. É que Harry e Meghan esperam o primeiro filho em comum e o príncipe Carlos será, certamente, um avô babado e presente – dentro do possível tendo em conta a sua agenda oficial – tal como tem sido para os restantes netos, George, de cinco anos, Charlotte, de três, e Louis, de sete meses.

>> Veja também: Meghan Markle recusa-se a usar vestidos de Victoria Beckham