Por volta do ano 2000, Manuela Moura Guedes apresentava o Jornal Nacional e, a determinada altura, a sua imagem chegou a ser criticada por alegadas alterações estéticas que “tinham corrido mal”.

Na verdade, não foi isto que aconteceu. Manuela Moura Guedes teve “uma infeção brutal” e conta que teve quistos enormes a nascer na cara. A doença surgiu na altura em que se tornou pivot do noticiário da TVI e foi obrigada a submeter-se a cirurgias enquanto a estava no ar, não podendo resguardar a sua imagem: “Tudo isto é horrível para uma pessoa que está sujeita a um exame diário, não só daquilo que faz, mas do aspeto que tem”, conta. “Tive de me habituar a não ver os comentários porque eram muito, muito cruéis”, revela a ex-jornalista visivelmente emocionada.

Veja o vídeo e conheça a história contada na primeira pessoa.