A quatro dias do casamento rebentou mais um escândalo. Depois de ter combinado com um paparazzi vender várias fotografias a meios de comunicação, o pai de Meghan Markle sofreu um ataque cardíaco. Depois de ter tido alta, Thomas Markle confirmou o esquema montado que lhe rendeu 113 mil euros. A casa real inglesa já reagiu.

"Este é um momento profundamente pessoal para Markle nos dias que antecedem o seu casamento", disse um porta-voz da casa real, em comunicado. “Ela e o príncipe Harry pedem novamente que compreensão e respeito sejam estendidos ao Sr. Markle nesta situação difícil.”

A polémica instalou-se quando Thomas Markle combinou com o fotógrafo Jeff Rayner simular várias fotografias em que finge tirar medidas para um fato, pesquisar detalhes do casamento num computador ou mesmo ler um livro sobre o Reino Unido. O pacote de imagens,pode ver aqui, foi vendido a vários orgãos de imprensa por 113 mil euros.

O esquema foi denunciado pelo Daily Mail que obteve as imagens de videovigilância de um café onde ambos preparam as fotos. Entretanto, Thomas Markle, pai de Meghan, admitiu ao TMZ que teve um ataque cardíaco, mas que pediu alta do hospital para ir ao casamento.

Mas com a explosão do escândalo das fotografias, Thomas admite que não vai ao casamento com a filha. Veja aqui a justificação do pai de Meghan Markle para este episódio surreal.