Scott Barbour

Em julho deste ano, acusações de assédio, racismo, bullying e intimidação durante o programa de Ellen DeGeneres vieram à tona após um comediante ter escrito que dava dois dólares por cada história obscura sobre a apresentadora. Isso levou a que a empresa responsável pelo programa fizesse uma investigação interna.

Depois do pedido de desculpa de Ellen aos funcionários, a sua mulher, Portia de Rossi, com que casou em 2008, decidiu recorrer às redes sociais esta segunda-feira, dia 3 de agosto, para apoiar a companheira.

A atriz publicou uma imagem com a frase "Eu apoio a Ellen" e também acrescentou a hashtag "stopbotattacks", que traduz para "parem com os ataques de robôs", sugerindo que parte das críticas dirigidas à esposa são feitas por perfis falsos.

Os internautas ficaram divididos no espaço de comentários da publicação. "Claro [que a apoiaremos]! [Ellen] ajudou e mudou tantas vidas. Incluindo a minha, como uma mulher lésbica. Ela ajudou-me a sentir que está tudo bem em ser como sou. Sempre defenderei essa mulher forte", escreveu um fã.

Enquanto uns defendem Ellen, outros apontam para o facto da apresentadora também ser responsável pelos problemas que foram denunciados. "Se há uma cultura inapropriada nos bastidores, então agora é a hora para Ellen arregaçar as mangas e parar com isso", disse outro.

Instagram