Isabel Infantes - PA Images

J. K. Rowling tem sido o centro das atenções após os seus comentários polémicos sobre mulheres transgénero, levando a que muitos a acusassem de transfobia. Depois da atriz Katie Leung ter respondido indiretamente à escritora, foi a vez de Daniel Radcliffe.

Através do website do Trevor Project, organização sem fins lucrativos de apoio a pessoas LGBTQ, o ator criticou as declarações da autora que o tornou famoso devido à obra 'Harry Potter': "Mulheres transgénero são mulheres", afirmou.

"Dizer o contrário apaga a identidade e a dignidade das pessoas transgénero, e vai contra todos os conselhos dados por associações profissionais de saúde, que sabem mais sobre este assunto que a Jo ou eu", continuou.

O ator de 30 anos adianta ainda que esta situação não quer dizer que ele e J. K. Rowling estejam de costas viradas, mas pede desculpa pela atitude da escritora. "Para todas as pessoas que agora sentem que a sua experiência com os livros foi manchada ou diminuída, lamento profundamente a dor que estes comentários lhe causaram", disse.

"Precisamos fazer mais para apoiar pessoas transgénero e não-binárias, não invalidar as suas identidades, e não lhes provocar mais danos", sublinhou.