Conan Osíris está a dividir a opinião dos portugueses. Se antes do Festival da Canção a sonoridade do músico já não era consensual, desde que está na corrida para representar Portugal na Eurovisão, o maior mediatismo deixou-o também mais sujeito a críticas. Contudo, há muitos que elogiam as suas músicas, incluindo muitos famosos.

» JOANA E EDUARDO MADEIRA RENDIDOS A NOVA MÚSICA DO FESTIVAL DA CANÇÃO

Carolina Deslandes também está rendida ao som de Conan, mas não sem antes ter estranhado, como conta num texto que publicou na sua página de Instagram: A primeira vez que o ouvi pensei ‘mas que raio vem a ser isto?’ Muito antes do festival. E pensei que a malta no geral tinha perdido o juízo de vez. ‘Eu gosto de bolos?” Mas que m*rda é esta?’ Fui rápida a julgar uma coisa que me era estranha. E acho que tendemos todos a fazer isso, não só com os artistas. Estamos tão habituados a ouvir coisas cuja sonoridade é absolutamente homogênea cuja linguagem é tão clara (sim e “contra” mil falo a minha música é assim) que fechamos as portas a tudo o que saia do raio da nossa compreensão imediata.”, começa por escrever.

A cantora deu uma segunda oportunidade ao som do colega: Fui ouvir outra vez. Ouvi o disco quase todo. E dei por mim embrulhada nas letras, e à procura de saber quem ele era, como é que era. É preciso muita coragem para seguires a tua verdade e arriscares-te a ser incompreendido, é preciso teres muita coragem para não te renderes às regras que ditam aquilo que uma canção deve ter. É preciso ter balls para vir abanar o sistema e trazer algo completamente novo.”, elogia.

Para além de intérprete, Conan Osíris é o compositor e produtor das suas próprias músicas, como é o caso também de ‘Telemóveis’, o tema que levou ao Festival da Canção. A mãe de Santiago, Benjamim e Guilherme realça este feito: “Ainda que possa haver quem não goste ou não se identifique, temos de perguntar quantas pessoas é que compuseram, interpretaram e produziram a sua própria canção. É tudo feito por ele. E a preocupação com o cenário, com a roupa, com tudo fez-me pensar que temos mesmo de começar a pensar nisto como um espetáculo e proporcionar mais momentos destes ao público. Parabéns.”.

Para terminar, Deslandes deixa um comentário aos julgamentos apressados à pessoa, mais do que ao músico: “Antes que venham com o ‘ele diz bué e ya e tipo e fixe’, a língua evoluiu, também não ouço ninguém dizer “outrora” nem “doravante”. Cada um tem a sua forma de comunicar. Amor para todos”.

O texto da artista não passou despercebido ao intérprete de ‘Adoro Bolos’, que comentou com um agradecido “obrigado Carolina!”, com uma rosa a acompanhar. Alguns dos amigos e colegas de profissão também se manifestaram, como Dino d’Santiago, que escreve a Carolina que “desde que te conheço que és essa veia saliente de Rapper. Amo-te! Amor para o Conan Osíris”. Já a fadista Raquel Tavares cita: ““É que Narciso acha feio o que não é espelho”.”

‘Telemóveis’ é o tema levado por Conan Osíris ao Festival da Canção e que já lhe garantiu lugar na final, na primeira eliminatória, prestada no passado sábado. Saiba mais aqui.

Instagram