Numa entrevista brutal e honesta com Daniel Oliveira, Jessica Athayde revelou vários pormenores sobre a sua vida.

A atriz esteve no programa 'Alta Definição' este sábado, dia 10 de abril, e falou sobre algumas memórias de infância e também da relação conturbada com o pai.

Jessica revelou que apesar de conhecer o pai e deste ter uma boa relação com o seu filho, Oliver, demorou muito tempo a conseguir perdoar a ausência do progenitor.

"Sempre conheci o meu pai, o meu pai sempre me assumiu e sempre esteve presente à sua maneira, mas eu tenho 35 anos e até hoje ainda nao sei onde é que ele vive. Sei que vive ao pe de mim, mas não sei a morada dele", começou por dizer. "Sofri muito com isto, foi mesmo muito difícil para mim, aceitar que o pai tinha uma familia e eu nao fazia parte dela".

Jessica Athayde recorda dia em que encontrou a vizinha morta: “É uma memória que nunca vou esquecer”

Só mais tarde, e com terapia, é que Jessica conseguiu fazer as pazes com o pai.

"Vivi muito focada nisso, durante muito tempo, em vez de aproveitar a minha família do lado da minha mae [...] tive que fazer muita terapia para perdoar o meu pai e ter uma boa relação com ele", revelou.

Espreite o vídeo em baixo.