Sara Barradas com a mãe

Sara Barradas com a mãe

Instagram

Sara Barradas vive um momento extremamente delicado a nível pessoal. A sua mãe foi condenada a sete anos de prisão efetiva por burla qualificada e já se encontra a cumprir pena desde esta quarta-feira, 20 de janeiro. De acordo com o Correio da Manhã, Felisbela Dias e o companheiro, João de Almeida, também condenado a uma pena de seis anos, foram detidos junto ao Comando Metropolitano de Lisboa da PSP e levados para o Estabelecimento Prisional de Tires.

O mesmo jornal adianta que Sara Barradas e o marido, José Raposo, integram o grupo de lesados pelo esquema de Felisbela Dias e do companheiro, explicado na semana passada pela revista TvMais: “O esquema da burla consistia em, através de uma personagem fictícia que trabalharia numa entidade bancária, muito amiga do pai de Felisbela Dias e que teria acesso privilegiado a negócios vantajosos no ramo imobiliário (através da aquisição de imóveis penhorados abaixo do preço o mercado), aliciar as pessoas a pagar quantias a título de sinal dos referidos imóveis”.

Sara Barradas com a mãe e as irmãs, em 2016

Sara Barradas com a mãe e as irmãs, em 2016

Instagram

Parte dos lesados “são familiares diretos do companheiro de Felisbela Dias, João de Almeida, que foram persuadidos a adquirir imóveis a preços muito vantajosos e que, por se tratar de um familiar direto, nunca puseram em causa a honestidade do negócio”, acrescenta a mesma fonte, antes de explicar o procedimento: “Os pagamentos eram feitos maioritariamente por transferência bancária para a conta do marido de Felisbela Dias e também através de cheque à ordem para a conta da mãe de Felisbela. Era depois levantado o dinheiro dessas contas em numerário e entregue a Felisbela Dias, que fazia desaparecer o rasto ao dinheiro”.

O diário revela que, depois de terem avançado com um sinal de 13 mil euros, Sara Barradas e José Raposo acabaram por não conseguir fazer qualquer negócio nem reaver o dinheiro. Na altura, Felisbela Dias ter-se-á defendido garantindo que ela própria foi enganada. Embora o casal não tenha apresentado queixa, outros lesados – entre os quais, alegadamente, se incluem a ex-mulher do ator, Maria João Abreu, e a fadista Gisela João – o fizeram. No tribunal, a mãe da famosa atriz ter-se-á mostrado arrependida, mas não foi absolvida.

Sara Barradas com a avó, Felisbela Dias

Sara Barradas com a avó, Felisbela Dias

Instagram

Sara Barradas foi ouvida no processo e, de acordo com o referido jornal, esteve sempre do lado da progenitora, que definiu como uma pessoa “afável, trabalhadora e boa mãe (…) uma lutadora, incapaz de ludibriar terceiros, reforçando a boa-fé que subjaz as suas relações”, tendo mesmo emprestado algum dinheiro para que pudesse defender-se.

Agora, com apenas 30 anos e uma filha de quase dois, a atriz ficará também com a guarda da irmã mais nova, Íris, de cinco anos. Além disso, tem ainda a responsabilidade de zelar pelo bem-estar da outra irmã, Bárbara, de 23 anos, e da avó materna, Amélia Dias.