Marta Rangel, a jornalista que participou no programa da SIC, Casados À Primeira Vista, esteve internada nos cuidados intensivos graças à Covid-19.

De forma a alertar todos os seguidores, esta segunfa-feira, 18 de janeiro, publicou um testemunho na sua conta de Instagram que está a percorrer as redes sociais.

"Para quem ainda não percebeu a gravidade e as consequências da Covid-19. Neste video, partilho um pouco da minha Fisioterapia Respiratória. Faço exercícios 4 vezes/dia, 10 inspirações de cada vez. Com sorte, os pulmões poderão regressar ao "normal" em 6 meses/1 ano. Segundo o médico de Reabilitação Respiratória, para a minha idade, altura e peso, eu deveria ter uma capacidade respiratória de 3000 ml, em condições normais, e 3500 em esforço. Neste momento, estou a fazer exercícios para atingir os mil litros e comecei nos 750", começou por explicar.

"Partilho este testemunho para alertar, mais uma vez, para a gravidade e consequências da Covid: não é uma gripe, não atinge só os mais velhos e vulneráveis nem as pessoas com problemas de saúde", acrescentou.

"Eu tenho 39 anos, sempre fui saudável, nunca tive problemas de pulmões (nem asma), não tinha qualquer factor de risco e, mesmo assim, tive sintomas graves e estive internada de 27/11 a 05/12 no Hospital São Francisco Xavier, 3 dias nos cuidados intensivos", revelou.

"Para todas as pessoas que estão mais focadas nas excepções do que na regra, peço: por favor, ouçam os profissionais de saúde. Eu estive internada quando existiam menos casos. Fui muito bem tratada. Nesta altura, tinham tempo para perguntar-me como eu estava - o que é muito importante quando estamos isolados. Não queiram saber o que é estar nos cuidados intensivos e aperceberem-se de pessoas que morreram", continuou.

Veja o testemunho completo no vídeo abaixo.