Maria João Abreu com o pai

Maria João Abreu com o pai

Instagram

Perder um ente querido é sempre um momento de dor, mas o facto de acontecer perto da quadra festiva, em que, por norma, se reúne a família, e em plena pandemia, cujas restrições dificultam as despedidas, só torna tudo mais complicado. Maria João Abreu está de luto pelo pai, que morreu no final de novembro, e, em entrevista à revista Caras falou desde momento doloroso que está a viver. “O meu pai partiu e não pudemos identificar o corpo. Não poder haver uma despedida é a maior dor, desabafou a protagonista da série Golpe de Sorte, da SIC.

Maria João Abreu lembrou ainda que toda a família ficou infetada com o novo coronavírus, nomeadamente os pais, a irmã, a própria e o marido, João Soares. Contudo, de todos, apenas o pai teve sintomas graves que obrigaram a internamento hospitalar, tendo acabado por falecer.

Com o Natal a aproximar-se a artista assume que o espírito não é, de todo, o mesmo, mas que está a dar o seu melhor pelo bem da família. “Estou triste e tenho o coração despedaçado. É tudo muito recente. Estou a tentar que passemos este Natal todos juntos, para recordar o meu pai, de maneira que não seja tudo tão triste e pesado”.