Salvador Sobral

Salvador Sobral

Getty Images

Salvador Sobral é um dos muitos portugueses que já estiveram infetados com o novo coronavírus. A revelação foi feita pelo próprio no programa 5 Para a Meia-Noite da RTP1. Apesar de todo o desconhecimento em torno do vírus e da preocupação acrescida por ter sido submetido a um transplante de coração há três anos, o músico abordou o assunto com muita normalidade.

Michael Campanella

“Quando rebentou o Covid, havia uma grande paranoia em relação a imunodeprimidos. Na altura, pensava-se que era impossível sobreviver ao Covid sendo transplantado… Eu já tive e estou aqui. Tive em outubro”, explicou, antes de revelar que ficou infetado num concerto da irmã, Luísa Sobral. “Fui lá cantar com ela e tive que estar 20 dias em casa”, contou.

Recorde-se que, em maio de 2017, quando venceu o Festival da Eurovisão, com o tema Amar Pelos Dois, escrito pela irmã, Salvador Sobral já estava bastante debilitado ao nível da saúde por causa da deficiência cardíaca - displasia arritmogénica do ventrículo direito – que lhe foi diagnosticada em 2011, quando tinha 21 anos.