Falou sobre a infância, a sua carreira na moda (com grande receptividade fora de Portugal) e do impacto da pandemia no mercado da moda. Na entrevista à Sábado, João Rolo fez ainda declarações inesperadas sobre a Covid-19.

Depois de adiantar que não tem viajado no contexto de pandemia, o estilista revelou que precisava, contudo, de ir a Paris durante este mês por motivos profissionais. "Mas não tenho medo nenhum da Covid", começa por contar.

"Este vírus não entra numa pessoa que esteja numa vibração alta. Como é que isso se consegue? Simples: fazendo meditação, tentarmos ser boas pessoas, honestos e ter uma boa alimentação", justifica à publicação.

»» Vestido com assinatura de João Rôlo considerado um dos melhores de Cannes

João Rôlo

João Rôlo

Daniele Venturelli

"Agora já há muita gente recuperada porque a nossa vibração, a energia do amor, já é muito mais forte do que o vírus. Isto são informações de estudos científicos de estruturas internacionais, não são bruxarias nem coisas do Além. Acredito que teremos uma vida com muito mais qualidade, amor e amizades verdadeiras", completa o estilista.

Durante a entrevista, João Rolo não mencionou quaisquer estudos que suportem o que defendeu. Nas redes sociais, já circularam várias mensagens que sublinham que as emoções geram ondas sonoras que ajudam a curar o vírus.

A informação já foi várias vezes desmentida por especialistas.

João Rôlo no Fashion Forward no Dubai

João Rôlo no Fashion Forward no Dubai

Ian Gavan