Mark Makela

Após uma eleição renhida com Donald Trump, Joe Biden é eleito o 46.º presidente dos Estados Unidos. Apesar de uma carreira política solidificada e de ser uma figura incontornável do panorama político norte-americano, o democrata viu a sua vida familiar ser marcada pela tragédia.

Joseph Robinette Biden Jr. nasceu em novembro de 1942, no seio de uma família tradicional irlandesa e católica, em Scranton, no estado da Pensilvânia.

Quando tinha dez anos, mudou-se com a família para o Delaware e foi aí que começou a dar os primeiro passos na política. Formou-se em História e Ciência Política pela Universidade do Delaware, em 1965, e, mais tarde, entrou para a Syracuse University Law School, em Nova Iorque, onde se formou em Direito, em 1968.

Em 1966, quando ainda estudava Direito, Biden casou-se com Neilia Hunter, que conheceu durante umas férias nas Bahamas. O casal teve três filhos: Beau, Hunter e Naomi.

ERIC BARADAT

Entretanto, em 1972, com 29 anos, tornou-se num dos mais jovens senadores da história dos Estados Unidos. Porém, nesse mesmo ano, Biden viveu uma das suas maiores tragédias familiares. Perdeu a mulher e filha mais nova, de 18 meses, num trágico acidente de automóvel. Os dois filhos, Beau e Hunter, também seguiam no carro e ficaram gravemente feridos.

Décadas depois, Biden viria a viver um novo drama familiar. Em 2013, o seu filho mais velho, Beu – que seguira os passos do pai na política e na advocacia - foi diagnosticado com um tumor no cérebro, acabando por morrer em 2015. Tinha 46 anos.

Na mesma altura, o novo presidente dos Estados Unidos lidou ainda com os problemas com drogas do filho Hunter. O único filho vivo do primeiro casamento Joe Biden que viria a gerar polémica ao viver um romance com a cunhada Hallie, viúva do seu irmão Beau. O envolvimento amoroso terá terminado em abril de 2019 ao fim de dois anos.

Diante de uma vida familiar marcada por altos e biaxos, Joe Biden voltou a encontrar o amor junto de Jill Jacobs, com quem se casou em 1977 e com quem tem uma filha, Ashley. Estão juntos até hoje e a professora é um dos maiores pilares do novo presidente norte-americano.

Drew Angerer