Albert L. Ortega

Matthew McConaughey tem gerado muita controvérsia devido ao lançamento da sua autobiografia onde revela várias intimidades da sua vida pessoal. Exemplo disso é a forma como o pai morreu. O ator contou que o progenitor teve um ataque cardíaco quando estava a ter relações sexuais com a mãe.

Mas a polémica não acaba por aqui. Na obra, o ator expõe a relação abusiva dos pais, mostrando inclusive imagens explicitas das agressões de violência doméstica cometidas pelo pai, James McConaughey, que terá partido os dedos da esposa quatro vezes.

O Daily Mail teve acesso a um dos trechos do livro no qual Matthew relembra uma discussão específica em que a sua mãe correu até ao telefone para chamar a polícia e, ao ser puxada pelo pai do ator, chega mesmo a bater com aparelho no rosto do marido. Entretanto consegue escapar e ameaça-o com uma faca, enquanto James se protege com uma embalagem de ketchup.

Matthew conta que o desentendimento do pai chega ao fim com os dois largam as suas "armas", abraçam-se e deitam-se no chão da cozinha para "fazer amor". “Era assim que eles se comunicavam. É por isso que a minha mãe e o meu pai se casaram três vezes e se divorciaram outras duas. É por isso que o meu pai partiu o dedo do meio da minha mãe quatro vezes para tirá-lo do rosto dele. Era assim que eles se amavam”, diz o ator no livro.