Dia Dipasupil

J. K. Rowling tem estado no centro das atenções após as suas declarações controversas sobre mulheres transgénero e agora viu-se envolvida em mais uma polémica depois de afirmar que foi vítima de violência doméstica por parte do ex-marido, Jorge Arantes, com quem tem uma filha, Jessica, de 26 anos.

Segundo o The Sun, o ex-jornalista admitiu que deu um estalo à escritora de 'Harry Potter' e diz não estar arrependido, porém nega as acusações de violência doméstica. "Eu dei-lhe um estalo - mas não houve violência contínua. Não me arrependo por lhe ter dado um estalo", disse à porta da casa da mãe, no Porto, onde mora atualmente.

"Se ela o diz, isso é com ela. Não é verdade que eu lhe batia", acrescentou, referindo-se às alegações da escritora. Questionado sobre o fato de ter admitido, há 10 anos, que tinha batido na ex-mulher, Jorge respondeu: "Sim. É verdade que lhe dei um estalo. Mas não abusei dela".

"Ela recusou-se a ficar sem a Jessica e, apesar de eu dizer que poderia voltar a vê-la na manhã seguinte, houve uma discussão violenta. Tive de arrastá-la para fora de casa às 5h da manhã e admito que lhe dei um estalo com força na rua", confessou.

A razão pelo qual J. K. Rowling nunca se ter pronunciado foi para proteger a filha, que na altura do incidente tinha apenas dois meses. A escritora tem mais dois filhos, David e Mackenzie, fruto do atual casamento com Neil Murray. "Consegui escapar do meu primeiro casamento violento com alguma dificuldade. Mas agora estou casada com um homem verdadeiramente bom e com princípios", afirmou.

A britânica de 54 anos revelou ainda ter sido abusada sexualmente, mas não mencionou o nome do agressor.