A morte de George Floyd, às mãos da violência policial, chocou o mundo e, nos Estados Unidos, vão-se multiplicando os protestos contra o abuso de poder e racismo por parte das forças policiais.

Um pouco por todo o país, várias cidades americanas, como Washington e Nova Iorque, têm sido palco de manifestações contra o racismo e, no meio de milhares de anónimos têm surgidos algumas celebridades mundialmente famosas.

Iva Domingues critica colegas: "Não vires a cara e finjas que não tens nada que ver com isto"

Ariana Grande, Halsey, Madison Beer e Michael B. Jordan juntaram-se nesta luta e mostraram-se solidários com os protestantes.

Recorde-se que Floyd foi imobilizado por corresponder à descrição de alguém que tentou fazer uma compra com notas. No entanto, já foi provada a sua inocência e transeuntes afirmaram que a vítima, de 46 anos, não ofereceu qualquer resistência.

1 / 11

2 / 11

3 / 11

4 / 11

5 / 11

6 / 11

7 / 11

8 / 11

9 / 11

10 / 11

11 / 11

Stephen Maturen