Cresce de dia para dia o número de pessoas infetcadas com Covid-19 em Portugal. Desta forma, foram tomadas pelas autoridades várias medidas de contingência, incluindo o encerramento dos estabelecimentos de ensino. Esta manhã, Cristina Ferreira deixou uma mensagem de apelo aos portugueses para que sigam à risca as recomendações das autoridades de saúde, numa altura em que o país está em estado de alerta.

"Estamos aqui para o ajudar, estamos aqui para lhe dizer o que é preciso fazer para o informar. Estamos aqui também para que possa desanuviar um bocadinho, para lhe dar indicações, mas é preciso que todos tenhamos consciência de que está decretado o estado de alerta. Estando decretado o estado de alerta, é bom que tenhamos todos noção de que isto não é uma brincadeira. Não tentem minimizar aquilo de que estamos a falar. Não brinquem às vidas. Não brinquem com aquilo que é uma questão de sobrevivência", frisou.

Por fim, a apresentadora elogiou a postura do governo, em particular do primeiro-ministro, António Costa. "Tenho a plena confiança nas pessoas que nos estão a dirigir neste momento, de tudo aquilo que foi dito até hoje, de todas as conferências de imprensa que ouvi, senti-me segura. Acho que temos um primeiro-ministro, que tem mostrado, desde o início de tudo isto, uma segurança na forma de nos explicar coisas e de fazer com que todos nós, tenhamos uma vida tranquila. Podemos não ter acesso a tudo, mas saibam que aquilo que está a ser feito, está a contemplar todos nós e todas as medidas são para todas as pessoas fiquem bem[...] Não é tempo de bater, é tempo de união", rematou.

Recorde-se que como forma de prevenção de um eventual contágio, O Programa da Cristina deixou de ter público presente em estúdio.