Getty Images

O Dolby Theatre, em Los Angeles, acolheu na madrugada desta segunda-feira, 10 de fevereiro, a 92.ª edição dos Óscares. Numa noite de surpresas, Parasitas foi o grande e inesperado vencedor da noite, ao arrecadar quatro estatuetas, a de melhor filme, melhor realizador, melhor filme internacional e melhor argumento original.

A certa altura da cerimónia, prestou-se a habitual homenagem as todas as figuras da industria cinematográfica que morreram no último ano. Este ano, sob a interpretação de Billie Eilish, que cantou Yesterday, dos Beatles, aconteceu o inesperado. Quando terminou o In Memoriam, várias pessoas notaram a ausência de Cameron Boyce e Luke Perry, atores que partiram no último, gerando desde logo uma onda de indignação.

Face às críticas, a Academia emitiu um comunicado onde justificou a ausência dos dois artistas na homenagem.

“Recebemos centenas de petições para incluir pessoas queridas e colegas da indústria na homenagem. Um comité executivo que representa cada uma das categorias profissionais considera a lista e faz a seleção para a emissão, baseando-se no tempo permitido. No entanto, todos os pedidos estão incluídos na página dos Óscares e aí estarão disponíveis durante todo o ano”, informou.

Importa referir que Luke Perry integrava o elenco de Era Uma Vez Em...Hollywood, um dos filmes mais nomeados nesta edição dos Óscares, tendo arrecadado dois galardões, o de melhor design de produção de melhor ator secundário, com Brad Pitt.