A rainha Isabel II de Inglaterra, Meghan Markle, os príncipes Harry e William e Kate Middleton

A rainha Isabel II de Inglaterra, Meghan Markle, os príncipes Harry e William e Kate Middleton

Getty Images

Não é segredo para ninguém que o príncipe Harry sempre foi o preferido da rainha Isabel II. Aliás, se assim não fosse, ela nunca teria permitido – e perdoado – todas as travessuras que fez na adolescência e que fizeram as manchetes dos principais tabloides britânicos, desde as festas regadas a álcool e drogas, aos romances fugazes e muito pouco discretos.

Meghan Markle e Harry de Inglaterra

Meghan Markle e Harry de Inglaterra

Getty Images

E agora o seu neto favorito decidiu, por amor a Meghan Markle, a mulher com quem se casou em maio de 2018, abandonar oficialmente os seus deveres reais e viver uma vida comum, “mais pacífica” e “ser financeiramente independente”. Numa primeira reação, a soberana mostrou-se reticente, mas acabou por aceitar o pedido e parece já ter encontrado um novo ‘menino-bonito’: o seu neto William, segundo na linha de sucessão ao trono, que sempre foi o mais ‘certinho’ e não lhe causou grandes momentos de embaraço público.

Como tal ele foi o escolhido pela avó como novo Alto Comissário para a Assembleia Geral da Igreja da Escócia e passará agora a representá-lo em eventos relacionados com este cargo.

Kate e William

Kate e William

Getty Images

Quem também já desempenhou esta função anteriormente foi a princesa Ana, tia de William, mas esta decisão da rainha Isabel II deixa claro que, com a saída de Harry e Meghan, William e a mulher, Catherine, passarão a ter ainda mais destaque no que toca à representação da Casa Real.

Veja no vídeo abaixo o primeiro discurso de Harry após tornar pública a sua decisão de abandonar o lugar de membro sénior da Casa Real inglesa: